Freelancer: Trabalhar como Freelancer ou ter um trabalho fixo?  | Vida de Programador e KingHost
Articles,  Blog

Freelancer: Trabalhar como Freelancer ou ter um trabalho fixo? | Vida de Programador e KingHost


E o que vale mais a pena? Um dinheiro fixo todo mês ou uma renda variável? Bom, se for possível os dois
Olá mundo, eu sou André Noel do Vida de Programador e eu queria falar um pouquinho
sobre trabalho, sobre carreira de programação ou carreira de TI em geral
O que vale mais a pena? Um emprego fixo ou freelance? Bom, para começar eu gosto sempre de deixar
claro que só você sabe o que você esta passando
Só você sabe, qual a sua realidade, quais são as tuas propostas de trabalho, quais
são as tuas oportunidades, porque muitas vezes a gente procura na internet conteúdo
e a gente vê alguns conselhos que são meio fora da realidade, tipo assim:
“Muito melhor você sair do país e ganhar dinheiro fora”
Eu até concordo que é muito bom sair do país e ganhar dinheiro fora, mas nem todo
mundo esta nessa realidade ou nessa possibilidade As vezes a pessoa até tem a capacidade de
trabalhar fora, mas ela não esta ali pronta ainda para abrir mão de umas coisas e sair
ou não esta com dinheiro as vezes para fazer uma mudanças dessas de vida e tal
Então assim, a ideia é discutir o geral, é melhor trabalhar em emprego fixo com uma
renda variável? Melhor você ter um salário permanente ou
um salário flutuante, digamos assim Se você trabalha de freelancer, você trabalha
em situações que podem mudar, as ofertas podem mudar
o tanto que você ganha pode mudar Se você trabalha como funcionário fixo de
uma empresa, você tem o seu salário, você tem a sua garantia ali no final do mês ou
no famoso quinto dia útil, certo? Então são duas situações interessantes. Mas eu lembro que na época da faculdade,
a gente teve uma palestra com um consultor e ele tinha uma empresa de TI e tal e fizeram
essa pergunta para ele: “É melhor eu trabalhar para uma empresa ou
é melhor eu abrir a minha empresa?” Ele falou:
“Se possível ambos. Se possível tenha um emprego fixo, um salário
garantido, tenha uma estabilidade e tente também empreender em alguma coisa. Tenta montar alguma coisa”
E no nosso caso, na área de TI, empreendimento é uma coisa muito legal, empreendedorismo
que esta muito na moda Por que? A gente viu muito a onda das startups, a gente
vê que as startups ainda estão em alta, tem muita startup que se deu muito bem. É lógico que tem muita startup que fecharam,
faliram e a gente não tem notícia dela Mas são negócios que você arrisca, que
você tenta E no caso…uma startup ela precisa do que? Ela precisa de uma ideia e ela precisa de
alguém para implementar essa ideia E nós da área de TI, pessoal que sabe programação
meio que tem a faca e o queijo na mão Porque se você tem ideia e você sabe implementar,
não quer dizer que você vai ter que fazer tudo sozinho
Porque espero que o seu negócio cresça muito ao ponto de você não conseguir fazer mais
sozinho Mas a ideia é que você já sabe como fazer
Você não vai depender de uma cabeça externa, digamos assim
A gente na TI não é muito incentivado para empreender
A gente não é incentivado a montar um negócio próprio e tal
A gente é muito incentivado a trabalhar com uma empresa de programação
E no nosso caso, eu acho que a gente tem uma área muito legal para empreender
Bom, mas e ai? A ideia de você ter um salário fixo ou arriscar? O que é melhor? Vou falar um pouquinho da minha experiência
no Vida de Programador O Vida de Programador, ele foi um empreendedorismo
meu, que foi não planejado Eu sempre tive uma cabeça de que: “quero
trabalhar para uma empresa. Eu não tenho organização para tocar um
negócio, para levar uma empresa. Não tenho um dinheiro de base para se tudo
dar errado e tal” Então a minha ideia era sempre trabalhar
com programação, procurar um emprego legal e pronto
E ai trabalhando com programação, surgiu a ideia do Vida de Programador, já contei
esta ideia algumas vezes, mas resumindo muito Já existia o Vida de Suporte, eu não sei
se vocês conhecem, é um site muito bom, vale a pena
E eu comecei no Twitter a fazer frases sobre programação que o pessoal gostou
E a partir dai eu falei: “Ah, vamos fazer tirinha de programação”
Então montei o site, as tirinhas e tal E foi interessante que em pouco tempo o site
começou a ter uma visibilidade que eu não esperava, começou a ter anunciantes no site
Primeiro anunciante foi uma marca de café, por que será? E ai foi combinando algumas coisas, eu trabalhava
em uma empresa de programação, combinou de eu ter feito algumas…propostas e mudanças
na empresa e tal que restruturaram as coisas e me dispensaram
Foi a primeira vez que eu fui dispensado de um lugar e eu falei: “Nossa que coisa estranha”
e dai eu falei: “Bom, acabei de fechar uma parceria de publicidade, será que eu consigo
viver só do Vida de Programador?” E ai eu parti para ficar uns meses só do
Vida de Programador, foi muito bacana, foi uma experiência muito legal
Então eu passei de um extremo de uma renda fixa para uma renda meio variável
Eu tinha um contrato de alguns meses, eu tinha um tempo fixo, mas eu estava partindo para
a publicidade E comecei a trabalhar com isso, investir nisso,
foi ai que eu fiz o mestrado também E ai aconteceu que muitas variáveis fizeram
o negócio oscilar, tinha nascido a minha filha, a número 2, o mais velho é um menino
e depois nasceu a minha menina Tomou um pouco de tempo, eu estava fazendo
mestrado, entrou um monte de crise no país que o pessoal ficou com medo de anunciar,
começou a cair a renda, ficou aquela coisa toda
Voltei eu a ir para um emprego mais fixo Então parti para um emprego fixo para ter
uma renda, para ter o variável e tal Chegou em um ponto que hoje eu equilibro entre
o emprego fixo que me da uma renda e a parte variável que vem do Vida de Programador
Eu tenho alguns parceiros fixos, tem a KingHost que esta no meu coração e tem também algumas…alguns parceiros que variam, alguns parceiros que anunciam esporadicamente
E é uma experiência realmente interessante, você ter a sua estabilidade, mas você ter
um complemento que pode fazer alcançar algo que é a instabilidade não daria
Então, eu entendo que você trabalhar com uma renda fixa, mas poder ter um a mais é
uma coisa muito legal E ai o que você pode ter a mais? Nós que trabalhamos com programação, sempre
a gente tem um site que a gente desenvolve, tem um sistema pequeno que a gente pega para
fazer, tem alguma coisa assim E até eu falei um tempo atrás, a questão
da Revenda de Hospedagem que a KingHost oferece, tem uma possibilidade bacana
O que é legal…você desenvolveu um site para o cliente? O cliente vai precisar de uma hospedagem,
você pode, você mesmo ter a revenda. Então se você tem a Revenda de Hospedagem,
você coloca ele na sua hospedagem, ele vai pagar o preço justo que ele já teria que
pagar de todo jeito. Mas esse preço justo ele esta pagando também
para você que quer um a mais É lógico que…não sei como vocês fazem
o contrato com o cliente, as vezes só vende o serviço uma vez e pronto acabou
Mas se você tem uma renda recorrente, que esta vindo da Revenda de Hospedagem
Se você revende lá para vários clientes o espaço de hospedagem, você tem todo o
mês um dinheirinho caindo na conta e isso é muito legal, certo? Então assim, o que é muito bom? A gente ter…é bom você ter uma renda fixa,
um salário fixo com um a mais ou então se você empreender e der certo, estiver bastante
dinheiro também é muito bom e muito legal Beleza? Então assim, estes foram os meus vinte centavos
de contribuição nesta discussão, uma discussão longa e tem muitos aspectos e muitas variáveis
Mas espero que tenha ajudado alguém Legal? Então é isso, um abração no coração
de vocês Se vocês quiserem até tirar dúvidas ou
conversar um pouquinho sobre a ideia, pode entrar em contato comigo, legal? Um abração e até a próxima

2 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *